O que é um ERP e como ele pode ajudar meu negócio?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Na década de 1950, quando os conceitos modernos de gestão corporativa tiveram seu início, a automação era lenta e muito cara, mas já demandava menos tempo que os cansativos processos manuais. Nessa época, a tecnologia era baseada em mainframes, que rodavam os primeiros sistemas de controle de estoques. Tempos depois, nos anos de 1990, com a evolução das redes de comunicação entre computadores e com a disseminação dos microcomputadores ligados a servidores, a nomenclatura ERP ganhou mais força.

 

Em meados dessa década, o número de vendas dos pacotes de gestão corporativa aumentou, tornando o ERP um substituto dos sistemas que poderiam falhar com problemas nos computadores. Hoje, ele representa um diferencial significativo no cotidiano das empresas, que contam com um gerenciamento adequado de dados, recursos e procedimentos. A seguir, saiba o que é ERP e como ele pode ajudar seu negócio.

 

O que é um sistema ERP?

 

O ERP (Enterprise Resource Planning) é uma plataforma de software desenvolvida para integrar dados e processos de uma empresa em um único sistema, como cadastros, compras, estoque, vendas, trocas, reposição, entrega, faturamento etc. Essa ferramenta, quando desenvolvida de acordo com as necessidade do negócio, otimiza o tempo e a troca de informações e agrega valor aos processos, proporcionando maior segurança e redução de custos. Com isso, o lojista passa a ter uma visão geral da empresa, o que leva-o a tomar melhores decisões.

 

Como esse sistema pode ajudar nos negócios?

 

Falhas nas operações ou falta de comunicação de informações entre os departamentos de uma empresa podem gerar perda de tempo e dinheiro, além de muita dor de cabeça para o lojista. Ao invés de softwares distintos para cada setor, não seria melhor contar com uma solução integrada, que contém um sistema unificado? É exatamente isso que o ERP oferece, além de auxiliar e agilizar processos de venda à contabilidade. Com um único sistema, a comunicação é facilitada e os custos são reduzidos.

 

O departamento de RH, por exemplo, pode coletar dados do desempenho de um determinado funcionário e decidir quando a empresa pode lhe oferecer um aumento. Já o departamento financeiro pode saber, através do sistema, quanto dinheiro destinar ao pagamento de funcionários, de acordo com as informações fornecidas pelo setor de gestão de recursos humanos, e o departamento de marketing pode consultar o controle de vendas de um determinado produto, e caso este não esteja tendo uma saída favorável, pode criar uma nova estratégia para reverter esse quadro e marcar uma reunião para solicitar mais recursos.

 

Com essas distintas situações, é possível perceber que a integração do ERP é bastante vantajosa. Com sistemas diferentes, cada setor teria dificuldade para comunicar-se com o outro, resultando em perdas de tempo e dinheiro devido aos excessivos processos burocráticos. Além disso, a empresa passará a ter menos fornecedores de software, o que reduz os custos com suporte técnico, licenças, servidores, treinamentos etc.

 

Os benefícios do ERP

 

Antes de integrar o ERP, é necessário um estudo e planejamento prévio, a fim de conhecer as vantagens e desvantagens das soluções até identificar a melhor para o seu negócio e que atenda suas necessidades. Essa análise depende dos objetivos da empresa e, por isso, muda conforme seu porte e ramo de atuação. Apontamos abaixo alguns benefícios que o sistema ERP oferece:

 

  • Evita trabalho duplicado;
  • Ajuda a lidar com grandes quantidades de informações;
  • Agiliza a obtenção de dados referentes a determinados cenários;
  • Evita erros humanos, como cálculos de pagamento incorretos;
  • Agiliza a execução e diminui a quantidade de processos internos;
  • Facilita a comunicação interna;
  • Reduz o tempo de entrega do produto ou serviço ao cliente.

 

Sua empresa já adotou o ERP? Quais foram os benefícios gerados com essa incrível ferramenta? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários!