Nota Fiscal Eletrônica – Entenda e Utilize!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Muitas empresas ainda não estão familiarizadas e desconhecem algumas siglas que foram criadas com a nota fiscal eletrônica. A confusão começa desde o inicio do processo de criação da nota fiscal até o final do processo que é o envio da nota fiscal para o cliente ou o recebimento da nota fiscal pelo seu fornecedor.
Quem estava acostumado com o processo anterior de emissão de nota fiscal de papel, talvez tenha a impressão de emissão da nota fiscal era mais simples. O fornecedor emitia a nota fiscal, encaminhava uma via para o cliente e uma cópia para o contador fazer os registros contábeis e fiscais. Após o procedimento, o cliente guardava uma via da nota fiscal e o processo se concluía. Com a nota fiscal eletrônica, esse processo ganhou novas etapas que necessitam ser esclarecidas.
No site da Secretária da Fazenda, existem algumas explicações de como a nota fiscal eletrônica funciona, mas elas possuem muitos termos técnicos e explicam de maneira que o usuário precisa ter um conhecimento de informática. Então por isso, iremos explicar o processo da nota fiscal eletrônica de maneira simples e você poderá perceber que se tornou mais fácil com relação ao processo anterior.

Credenciamento da nota fiscal eletrônica

Antes de emitir a nota fiscal é necessário credenciar a empresa como emissora de nota fiscal eletrônica. Para isso, criamos um artigo de como credenciar sua empresa. Basta Ler Aqui.

Criando a nota fiscal eletrônica

O cadastro da nota fiscal não tem muita diferença da nota fiscal de papel com exceção de alguns campos adicionais que foram inseridos na nota fiscal eletrônica.
Após o cadastro da nota fiscal eletrônica e a validação dos dados, é necessário transmitir a nota fiscal eletrônica para a Secretária da Fazenda. Nesse processo, você registra a emissão da nota fiscal para a Secretária da Fazenda, ou seja, emite a nota fiscal. Recebendo a autorização da nota fiscal eletrônica, a sua nota já está emitida. Após a emissão da nota fiscal eletrônica, é necessário enviar o arquivo XML para o fornecedor. Esse envio pode ser por email como anexo. A impressão da DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) não é obrigatória fiscalmente e deve ser utilizado, somente se solicitado ou se tiver transporte de mercadoria.

Emissores de Nota Fiscal Eletrônica

Para criar a nota fiscal eletrônica é necessário que você tenha um emissor de nota fiscal eletrônica.
Você pode baixar o emissor gratuito que a Secretaria da Fazenda disponibiliza. Esse emissor foi desenvolvido para todos os tipos de empresa, e por isso se torna um pouco burocrático no momento da emissão da nota fiscal eletrônica.
Você também tem a opção de utilizar o emissor da nota fiscal eletrônica da Execom. Como ele é voltado para as pequenas empresas, o emissor acaba salvando as opções necessárias para emissão e torna o cadastro, a emissão e a transmissão mais simples.

Gostou desse artigo da nota fiscal eletrônica? Curta nosso facebook e acompanhe mais artigos importantes sobre pequenas empresas.

  • Mariana Sales

    Bem bacana esse post!

    • Execom

      Obrigado Mariana… Seja sempre bem vinda.