Gestão Financeira – Importância e Ferramentas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Dinheiro Gestão FinanceiraApesar das várias ferramentas criadas para auxiliar e automatizar a gestão financeira da empresa, é comum encontrar pequenos empresários que não tenham nenhuma noção dos valores recebidos e valores para receber da empresa. Em alguns casos, o empresário não tem nenhum controle que apure os recebimentos e pagamentos do dia ou algum controle que resulte no valor total do saldo da conta bancária.
Sem nenhum controle, a gestão financeira fica prejudicada, pois não é possível projetar um teto para gastar no dia, ou planejar alguma redução de custos de produção ou controlar os pagamentos para datas que batam com os recebimentos.
Em resumo, não é possível aperfeiçoar o financeiro de uma empresa sem que haja uma boa organização das informações necessárias à gestão financeira do negócio. Sendo assim, podemos iniciar o controle do financeiro, com uns instrumentos básicos para a análise e planejamento das informações.

Ferramentas da Gestão Financeira

1 – Fluxo de Caixa: indica as contas que a empresa possui para receber e para pagar, exibe o saldo disponível em caixa e saldo bancário, e pode-se criar previsões de gastos e recebimentos da empresa.
2 – Demonstrativo de Resultado: exibe os totalizadores da empresa no período. Indica o total de vendas do mês, o custo total de compra de mercadorias, total de despesas fixas e variáveis e apura o ponto de equilíbrio e a margem de contribuição. Esse relatório pode ser por competência, ou seja, só exibe as informações que já foram efetuadas (conta recebida ou paga) ou normal, que leva em base o valor total da nota fiscal vendida ou compra, independente de haver o pagamento ou o recebimento futuro.
3 – Balanço Patrimonial: indica os valores de cada grupo de conta ativa e passiva e apura o patrimônio liquido da empresa.

Recomendações da Gestão Financeira

1 – Seja exigente na atualização das informações financeiras. Não deixe de anotar gastos mesmo que não tenha relação com o objetivo da empresa, por exemplo, gastos com a administração. Caso você esteja delegando essa função, cobre resultados do financeiro a respeito da gestão financeira.
2 – Escolha algum controle para ser analisado no seu cotidiano, como fluxo de caixa ou contas a pagar, e confira se as informações inseridas estão de acordo com a realidade.
3 – Estipule alguma meta de valor mensal de lucro, em reais, para remuneração do capital.
4 – Compare a meta estipulada com outros períodos (mensal, ou anual). É importante criar metas realistas para serem alcançadas.
5 – Caso você esteja iniciando a gestão financeira da empresa, utilize o sistema de gestão empresarial da Execom, pois, além de planos totalmente acessíveis, você conta com todos os relatórios citados nesse artigo. Faça um test-drive e adquira sua licença.

Leia mais artigos do Blog das Pequenas Empresas. Estamos trabalhando para dar assistência as pequenas empresa com artigos que auxiliem a gestão empresarial. Curta nossa página no facebook.